Share Button

Sabe aqueles momento que você queria ser uma mosquinha para ver o que o usuário está fazendo? Seus problemas estão resolvidos, vamos fazer um monitoramento remoto do aplicativo sem ter IDE instalado lá.

Contexto: O sistema operacional windows possui um mecanismo de propagação de mensagens para o DebugView. É o modelo de monitoramento nativo do windows para comunicação de ocorrências internas ao processo do próprio windows.
Download: DebugView

DebugView is an application that lets you monitor debug output on your local system, or any computer on the network that you can reach via TCP/IP. It is capable of displaying both kernel-mode and Win32 debug output generated by standard debug print APIs, so you don’t need a debugger to catch the debug output your applications or device drivers generate, and you don't need to modify your applications or drivers to use non-Windows debug functions in order to view its debug output.

Instalando o servidor

Se o DebugView for utilizado localmente, basta carregar o aplicativo para a memória que ele já inicia a captura das informações transmitidas pelo windows; Caso deseje monitorar remotamente utilize a opção “dbgview /a” ao chamar o DebugView (consultar o manual para mais opções ou /?); “/a” iniciará o DebugView como um servidor TCP/IP que permite conexão a partir de estações remotas;

Instalando o cliente

Quando o DebugView está rodando em uma máquina remota é possível conectar diretamente através da opção de menu “Computer/Connect” indicando o IP onde está rodando o servidor.

Preparando o aplicativo DELPHI

No aplicativo DELPHI inserir chamadas para a função:

// uses Winapi.Windows;
procedure OutputDebug(const txt: string);
var
  i: integer;
  x: integer;
const
  n = 1024;
begin
{$IFDEF MSWINDOWS}
  try
    i := 0;
    x := length(txt);
    repeat
      OutputDebugString({$IFDEF UNICODE}PWideChar{$ELSE}PAnsiChar{$ENDIF}(ExtractFileName(ParamStr(0)) + ':' + copy(txt, i + 1, n)));
      i := i + n;
    until i >= x;
  except
  end;
{$ENDIF}
end;

Inserindo a chamada a procedure “OutpuDebug” tudo que for passado como parâmetro será transmitido via DebugView diretamente para o cliente que estiver monitorando o servidor sem necessidade de rodar dentro da IDE do Delphi para receber notificações do aplicativo.

Share Button

Por algum tempo fiquei pensando em uma solução para Class Helper ganhar poder de adicionar uma nova variável. Confesso que já estava desistindo, parecia não ser possível… mas – pensando bem….

Digamos que você tenha uma classe base que gostaria de fazer um Class Helper dela:

Exemplo de uma classe original:

     
     TComponentX = class(TComponent)
      public
      published
     end;

(Code:A)

O desafio é como incluir uma nova variável a classe TComponentX utilizando de Class Helper…

Razões para usar um "Class Helper" e não uma herança: 
    se houver possibilidade de injetar a variável através de herança, 
    é provável que não irá precisar criar um "Class Helper" 
    - as razões para criar um "Class Helper" 
    é dispensar mudanças nos objetos em units já implementadas.

Agora, vamos usar o “Class Helper” para injetar uma nova variável à classe TComponentX:

    TComponentHelper = Class Helper TComponent
      public
         Ligado:Boolean;
    end;

(Code:B)

Se estiver habituado ao uso de Class Helper, já deve ter notado que este exemplo (Code:B) não é compilado no Delphi – reclamando que um “Class Helper” não pode inserir uma nova variável. Não seja apressado, já lembrou que existe um “Class Var” e logo sugere escrever assim: ” class var Ligado:Boolean; “… Se este for o seu caso, não tenho boa notícia – você terá criado uma única referência para a variável, não podendo receber valores diferentes nas várias instâncias que a aplicação desejar manter carregada na memória – ou seja, criou uma simples variável GLOBAL que é compartilhada com todas as instâncias da classe;

No nosso caso, queremos que cada instância tenha o seu próprio valor, portanto não pode utilizar um “Class Var” como solução.

PROPOSTA:

unit Unit1;

interface

uses System.Classes, System.Generics.Collections;

type

  TComponentHelper = Class Helper for TComponent
  protected
    function GetLigado: boolean;
    procedure SetLigado(const AValue: boolean);
  public
    property Ligado: boolean Read GetLigado write SetLigado;
  end;

implementation

var
  LComponentLigado: TDictionary<TComponent, boolean>;

function TComponentHelper.GetLigado: boolean;
begin
  result := true; // responde um padrão, para quando não existir;
  if LComponentLigado.ContainsKey(self) then
    result := LComponentLigado.Items[self]; // pega o valor da lista
end;

procedure TComponentHelper.SetLigado(const AValue: boolean);
begin
  LComponentLigado.AddOrSetValue(self, AValue); // inclui na lista
end;

initialization

LComponentLigado := TDictionary<TComponent, boolean>.Create;

finalization

LComponentLigado.free;

end.

A implementação permite adicionar novas variáveis ao objeto do “Class Helper” sem interferir no funcionamento da classe padrão.